Criada em 30/08/2017 às 08h45 | Investigação

"Vegas": Mais de cem agentes da PF cumprem mandados judiciais: são 11 prisões e 12 conduções coercitivas no TO, MA e MG

Operação reúne mais de 100 polícias em quatro cidades do Tocantins: Palmas, Araguaína, Gurupi, Paraíso do Tocantins e

Imagem

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (30/8) a Operação Vegas, 2ª fase da Operação Lucas, que investiga crimes de corrupção envolvendo servidores do Ministério da Agricultura, Agropecuária e Abastecimento, frigoríficos e laticínios localizados nos municípios de Araguaína, Nova Olinda e Gurupi.

Cerca de 115 policiais federais cumprem 51 mandados judiciais, sendo 1 prisão preventiva, 10 prisões temporárias, 12 mandados de condução coercitiva e 28 mandados de busca e apreensão nos estados do Maranhão, Minas Gerais e nos municípios de Araguaína, Gurupi, Palmas e Paraíso do Tocantins.

Esta fase é desdobramento da Operação Lucas, que começou após denúncia de que frigoríficos e empresas de laticínios fiscalizados teriam sido favorecidos em processos administrativos, por meio do retardamento na tramitação e anulação de multas.

As pessoas investigadas, na medida de suas participações, poderão responder pelos crimes de corrupção passiva e ativa, cujas penas podem chegar a 12 anos de reclusão.

O nome da operação é uma alusão a um diálogo interceptado no qual um dos investigados afirma que tudo que se passa em VEGAS fica em VEGAS.

Será realizada entrevista coletiva, às 10h, na Delegacia da PF em Araguaína/TO. (Da Ascom da PF) 

Voltar
Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2017 Norte Agropecuário