Criada em 24/03/2020 às 10h22 | Mercado

Sociedade Rural defende manutenção do funcionamento da estrutura logística para circulação de produtos agrícolas no país

“A continuação de fornecimento de insumos e matérias-primas necessários às atividades agropecuárias, como maquinários e equipamentos e insumos para o cultivo, são fundamentais para a segurança alimentar mundial”, afirma, em carta a presidente e ministros, Teresa Vendramini.

Imagem
A presidente da SRB, Teresa Vendramini: Entidade alerta para risco de falta de alimentos, combustíveis e medicamentos caso estradas e ferrovias sejam fechadas (foto: Divulgação/SRB)



A Sociedade Rural Brasileira enviou nesta segunda-feira, 23 de março, uma carta à Presidência da República, ministros e governadores com medidas para evitar um eventual desabastecimento nas cidades e garantir a segurança alimentar de todos os brasileiros durante a pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19).

No documento, a entidade classifica como “imprescindível” manter a estrutura logística de estradas e ferrovias funcionando para o livre trânsito de produtos agrícolas e trabalhadores, sob risco de falta de alimentos, combustíveis e medicamentos em tempo recorde. A SRB também enviou uma mensagem de otimismo para prefeitos, governadores, lideranças empresariais da agroindústria e da indústria, solicitando manter o fornecimento de insumos necessários às atividades agrárias. “A SRB solicita que as autoridades priorizem a manutenção do funcionamento da estrutura logística de rodovias e ferrovias, permitindo a livre circulação de insumos, produtos agrícolas e trabalhadores rurais”, destacou. (Com informações da SRB)

Confira na íntegra a carta assinada pela presidente da entidade, Teresa Vendramini:

A Sociedade Rural Brasileira (SRB), entidade que há um século representa produtores rurais de todo Brasil, está empenhada em aconselhar e empreender ações para que os efeitos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) tenham o menor impacto possível na produção e na sociedade do nosso País. Por isso, por meio desta carta, sugerimos medidas a fim de evitar o desabastecimento nas cidades e garantir a segurança alimentar de todos os brasileiros.

A SRB solicita que as autoridades priorizem a manutenção do funcionamento da estrutura logística de rodovias e ferrovias, permitindo a livre circulação de insumos, produtos agrícolas e trabalhadores rurais.

A SRB destaca que o Brasil é o segundo maior exportador mundial de alimentos em volume. Por isso, ressaltamos, estamos diante de um nobre e poderoso compromisso de sinalizar ao mundo a capacidade do agro brasileiro de assegurar alimentos e recursos para que nossos importadores parceiros também enfrentem a crise da melhor forma possível, garantindo a segurança alimentar mundial.

Por fim, em nome dos produtores rurais, a SRB transmite mensagem de otimismo aos senhores prefeitos, governadores, lideranças empresariais da agroindústria e da indústria de todo Brasil: a continuação de fornecimento de insumos e matérias-primas necessários às atividades agropecuárias, como maquinários e equipamentos e insumos para o cultivo, são fundamentais para a segurança alimentar mundial. A demanda para produzir ainda é grande e a agricultura brasileira cumprirá o seu papel de, uma vez mais, conduzir o País nesse momento tão desafiador.

Agradecemos sua consideração.

Teresa Vendramini
Presidente

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2020 Norte Agropecuário