Criada em 29/07/2019 às 17h46 | Negócios

Multinacional especializada em grãos e fibras que lucrou R$ 406 milhões em 2018 mira atuação nos Estados do Matopiba

Grupo vai entrar forte no mercado de sementes com produção em larga escala para a fronteira agrícola formada por Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. O grupo negocia também com compradores interessados em Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás e Pará.

Imagem
A carteira já teria 100 clientes, com potencial de venda de um milhão de sacas (foto: SLC Agrícola/Divulgação)

Uma das maiores produtoras mundiais de grãos e fibras, a SLC Agrícola mira sua atuação nos Estados do Mato Grosso e na fronteira agrícola do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia). A multinacional vai entrar forte no mercado de sementes, com produção em larga escala. O grupo negocia também com compradores interessados em Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás e Pará. 

Em todo o ano de 2018, o lucro bruto da companhia foi de R$ 406,50 milhões, acima dos R$ 369,26 milhões em 2017. A carteira já teria 100 clientes, com potencial de venda de um milhão de sacas.

Conforme informa seu portal na internet, o grupo tem matriz em Porto Alegre (RS) e possui 16 Unidades de Produção estrategicamente localizadas em 6 estados brasileiros que totalizaram 404.479 hectares no ano-safra 2017/18 – sendo 230.164 de soja, 95.124 de algodão, 76.839 de milho e 2.352 de outras culturas, tais como trigo, milho 1ª safra, milho semente e cana-de-açúcar.

“A gama de variedades que o produtor consome hoje pode chegar a 15 cultivares diferentes. Usamos as nossas fazendas como amostra do que vamos fazer com a SLC Sementes”, diz o diretor de Novos Negócios e Venda de Sementes da SLC Agrícola, Ricardo Oliveira, segundo divulgou o site da revista Globo Rural, baseado em comunicado da empresa.

Segundo o informativo, o diretor explicou que a comercialização tem sido feita direto ao produtor ou por meio de canais de distribuição. “De certa forma, o comprador está compartilhando, junto com a SLC Agrícola, boas práticas de sustentabilidade, de produção, é parceiro de um grande grupo produtor que está presente em todo o Brasil”, afirmou.

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2019 Norte Agropecuário