Criada em 26/11/2021 às 17h09 | Comunicação

Produção de biojóias é alternativa de renda para mulheres da zona rural de Figueirópolis, região sul do TO

Durante o curso, todo o material composto por grãos, sementes e palhas, que geralmente iria para o lixo, é aproveitado para criar peças exclusivas. O curso reuniu 12 participantes que já saíram aptas a atuar no mercado de trabalho.

Imagem
O curso reuniu 12 participantes que já saíram aptas a atuar no mercado de trabalho. (Foto: Senar)

O curso de “Confecção de Biojóias em Sementes” chamou a atenção da artesã Cícera Joelma Freitas, da cidade de Figueirópolis, que trabalha com laços e tiaras. Ela estava em busca de novidades para melhorar a renda da família. “O curso chegou no momento certo. Fazer esses produtos tirados da natureza é importante porque mostra pra gente o quanto precisamos preservar”, afirmou.

Para a coordenação regional do Senar em Gurupi, Marta Barbosa, a sustentabilidade é uma característica dessa iniciativa que visa promover oportunidades para as mulheres da zona rural. O curso reuniu 12 participantes que já saíram aptas a atuar no mercado de trabalho.

Das sementes de buriti, do coco babaçu, a palha e pedaços de madeira reciclada, Dona Cícera e as demais participantes produziram acessórios como: brincos, colares e pulseiras. De acordo com a instrutora Sandra Teixeira, o treinamento é voltado para formação de artesãs e tem o objetivo de ensinar técnicas para produção de biojóias, uma alternativa de renda para as mulheres do campo.

Durante o curso, todo o material composto por grãos, sementes e palhas, que geralmente iria para o lixo, é aproveitado para criar peças exclusivas. Segundo Sandra, “mesmo o produto sendo natural é preciso beneficiá-lo antes do processo de confecção, como por exemplo o processo de lavagem, que é fundamental”.

Encantada com o curso, a aluna Edilma Milhomem, pretende apostar na venda das peças. “Depois de aprendermos todo o passo a passo do beneficiamento das sementes e com todos os itens em mãos, nós usamos nossa imaginação para produzir modelos diferentes que com certeza vão agradar nossos futuros clientes”, concluiu.

Para conhecer o portifólio dos cursos de Formação Profissional Rural e ficar por dentro de todas as notícias relacionadas do agro, acesse nossos sites: www.faetrural.com.br www.senar-to.com.br (Do Senar)

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2022 Norte Agropecuário