Criada em 04/04/2020 às 09h00 | Exportações

Exportações do Tocantins passam de R$ 1,13 bilhão nos três primeiros meses de 2020, recorde absoluto para o período

Em valores nominais, o maior crescimento é da soja, que subiu mais de US$ 29 milhões (32%). Mas a carne é o grande destaque percentual, pois as suas exportações praticamente dobraram (98%). Em valores nominais, a venda de carne para o exterior subiu de US$ 37 milhões para US$ 73 milhões.

Imagem
É o melhor primeiro trimestre da história do Estado; números são impulsionados por elevação de 32% na venda de soja, 98% na carne e 37% no milho (foto: Mapa/Divulgação)

DANIEL MACHADO
DE BRASÍLIA (DF)

A crise de saúde provocada pela pandemia do novo coronovírus e seus efeitos econômicos pesados que estão atingindo o Brasil e o mundo não tiveram qualquer reflexo para as exportações do Tocantins. Depois de registrar um março com números extraordinários, o Estado fechou o primeiro trimestre com exportações alcançando US$ 213,08 milhões, ou seja, mais de R$ 1,13 bilhão em vendas para o exterior.

O valor é o maior já registrado para o período. Em relação ao ano passado, o aumento geral ficou em 34%. Essa grande elevação foi impulsionada pelos três principais ativos agrícolas do Estado – a soja, a carne e o milho.

Os dados foram coletados pelo Norte Agropecuário no Comex Stat, sistema oficial do governo federal para transações comerciais internacionais.

Em valores nominais, o maior crescimento é da soja, que viu sua exportação do Estado subir mais de US$ 29 milhões, ou seja, 32%. Mas a carne é o grande destaque percentual, pois as suas exportações praticamente dobraram, subindo 98%. Em valores nominais, a venda de carne para o exterior subiu de US$ 37 milhões para US$ 73 milhões.

VEJA TAMBÉM 

CONFIRA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS SOBRE EXPORTAÇÕES DE PRODUTOS TOCANTINENSES

VEJA TAMBÉM

Impactos do coronavírus no campo e o “Compre dos Pequenos” são destaques do Norte Agropecuário no Rádio

Solidariedade: Lista ajuda pequenos produtores e comerciantes a obter clientes e vender alimentos

Para Ricardo Khouri, medidas de restrição são acertadas, mas há alguns exageros; ele não acredita em desabastecimento

“Não podemos parar, seria uma catástrofe”, diz presidente da Aprosoja-TO sobre impactos do coronavírus no agronegócio

Já o milho subiu 37% e alcançou o valor de US$ 9,25 milhões. Importante ressaltar que o milho ainda está em safra e, desta forma, não se iniciaram as operações pesadas de vendas.

OS PAÍSES

Muito disparado à frente dos outros, a China, primeiro país a registrar o novo coronavírus, é disparado o maior comprador do Estado, com mais de US$ 139 milhões (mais de R$ 748 milhões). Isso representa 66% do total vendido pelo Tocantins para fora do Estado.

As exportações tocantinenses nos primeiros trimestres dos anos de:

2020 - US$ 213.082.695

2019 - US$ 158.633.662

2018 - US$ 104.949.446

2017 - US$ 118.551.432

2016 - US$ 97.051.264

2015 - US$ 102.805.055

2014 - US$ 102.393.918

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2020 Norte Agropecuário