Criada em 18/02/2021 às 06h03 | Exportações

Vendas externas de carne do Estado do Tocantins em janeiro registram queda de 10%, mas ultrapassam os US$ 21 milhões

Valor é o segundo maior da história do Estado para o mês; China segue sendo a maior compradora. Mesmo assim, os patamares seguem muito altos com o Estado vendendo 4.987 toneladas de proteína animal e derivados por US$ 21,17 milhões (R$ 114,53 milhões).

Imagem


Clique no ícone acima e ouça a entrevista

 

DANIEL MACHADO
DE BRASÍLIA (DF)

Após a alta histórica registrada em 2020, as exportações de carne do Tocantins registraram uma queda de 10% em janeiro deste ano comparando com o mesmo mês do ano passado. Mesmo assim, os patamares seguem muito altos com o Estado vendendo 4.987 toneladas de proteína animal e derivados por US$ 21,17 milhões (R$ 114,53 milhões).

Tanto os valores, quanto o volume, são os segundos maiores da história do Tocantins, só perdendo para janeiro de 2020. Em valores nominais é apenas a segunda vez que o Tocantins vende mais de US$ 20 milhões no primeiro mês do ano.

A alta das exportações vem trazendo ganhos significativos aos produtores rurais, pois cada quilo de carne é vendido em média a mais de R$ 20 para o exterior pelas indústrias do Estado. Somando isso a fatores internos com redução de matéria prima e abates no Estado, o preço para o consumidor aumentou.

OS PAÍSES

Grande diferencial do mercado de carne bovina para o Brasil e para o Tocantins desde o final de 2019, a China segue sendo a maior compradora de proteína animal do Estado. Dos mais de US$ 21 milhões arrecadados com vendas de carne ao exterior no primeiro mês deste ano, US$ 13,71 milhões vieram do gigante asiático. O valor corresponde a 65% de todas as exportações de do produto.

Na segunda colocação, mas muito atrás, com US$ 1,82 milhão, 9% do total, está Hong Kong, cidade especial chinesa que tem certa autonomia. Na terceira, vem a Rússia, com US$ 1,56 milhão – 7% do total.

Confira, abaixo, a evolução das exportações de carne nos meses de janeiro nos últimos 20 anos:

 


Clique no ícone acima e veja a reportagem

 


Clique no ícone acima e acompanhe a entrevista
 
Clique no ícone acima e assista ao programa 

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2021 Norte Agropecuário