Criada em 01/09/2019 às 16h57 | Aquicultura

Com participação de pesquisador da Embrapa, Tocantins integra projeto de aquicultura orçado em de 8 milhões de euros

Iniciativa é financiada pela União Europeia e une 29 instituições de 16 países, destaca o Norte Agropecuário no Rádio. Em entrevista, o biólogo Lucas Torati, da Embrapa Pesca e Aquicultura (Palmas), dá detalhes sobre o trabalho. No Brasil, foco do trabalho são pirarucu, tambaqui e camarão.

Imagem
Pirarucu é um dos focos da pesquisa: O biólogo Lucas Torati, da Embrapa Pesca e Aquicultura, com sede em Palmas (TO), é um dos entrevistados do Norte Agropecuário no Rádio deste domingo (foto: SeagroTO/Divulgação)


O biólogo Lucas Torati, pesquisador da Embrapa Pesca e Aquicultura 

O programa Norte Agropecuário no Rádio, na UFT FM, destaca, entre outros temas, o Aquavitae, orçado em oito milhões de euros e financiado pela União Europeia, e o programa Balde Cheio, que fomenta a pecuária leiteira do Tocantins.

Com participação da Embrapa Pesca e Aquicultura de Palmas (TO), o recém-lançado Aquavitae é feito em parceria com 29 instituições de 16 países americanos, africanos e europeus com o objetivo de aumentar a produção aquícola por meio de pesquisas a serem desenvolvidas nos próximos quatro anos. Verba é financiada pela União Europeia. Quem dá detalhes é o pesquisador Lucas Torati, que fala sobre o trabalho focado no Tocantins nas espécies de pirarucu e tambaqui.

Já o Balde Cheio, retomado no Estado do Tocantins graças a união de várias instituições, resulta em melhoria da gestão, gera desenvolvimento técnico e econômico da atividade leiteira, avalia Cláudio Barbosa, da área de transferência de tecnologia da Embrapa em Palmas (TO), que está à frente do projeto no Tocantins e no Sul do Pará.

VEJA TAMBÉM 


Clique no ícone acima e ouça o programa

Balde Cheio gera desenvolvimento técnico e econômico na atividade leiteira, afirma pesquisador 

Com transferência de tecnologias em pecuária leiteira, Balde Cheio retoma atividades e capacita extensionistas

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS SOBRE O PROJETO BALDE CHEIO

CONHEÇA MAIS SOBRE A INICIATIVA QUE FOMENTA A PECUÁRIA LEITEIRA

CONFIRA MAIS SOBRE O NORTE AGROPECUÁRIO NO RÁDIO

O PROGRAMA

Na UFT 96,9 FM, o Norte Agropecuário no Rádio alcança um público de aproximadamente 400 mil pessoas que vivem em 20 cidades no entorno da capital tocantinense. O programa também está na internet, para o restante do Brasil e para o mundo no portal www.norteagropecuario.com.br e nos seus canais nas redes sociais (Twitter, Facebook e Youtube).

A atração da nova temporada na UFT FM é uma veiculação do programa em dois dias diferentes: aos domingos, a partir das 8h, e reprise às quartas-feiras, a partir das 6h20. O programa tem 30 minutos de duração, com uma apresentação do jornalista Cristiano Machado e Daniel Machado.

OUTRAS NOTÍCIAS 

OUÇA AS ÚLTIMAS EDIÇÕES DO NORTE AGROPECUÁRIO NO RÁDIO

Pesquisadores da Embrapa utilizam endoscópios e tomógrafos computadorizados para análise de pirarucu

CLIQUE AQUI E LEIA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS SOBRE PIRARUCU 

SAIBA MAIS SOBRE O GIGANTE E MISTERIOSO PIRARUCU

Pesquisador da Embrapa no Tocantins identifica mais de 400 substâncias secretadas da cabeça do pirarucu

Pesquisa com pirarucu desenvolvida pela Embrapa no Tocantins concorre a prêmio inovação aquícola

SAIBA MAIS SOBRE O TRABALHO DO PESQUISADOR LUCAS TORATI

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2019 Norte Agropecuário