Criada em 23/10/2019 às 11h01 | Negócios

Tocantins já importou mais de 4,34 milhões de quilos de arroz do Uruguai neste ano; compra custou, ao todo, R$ 6,64 milhões

Em comparação com o mesmo período de 2018, o aumento da importação foi amplamente significativo, chegando a um percentual 8.284,84% de aumento no volume de arroz comprado do exterior. Isso porque nos nove primeiros meses de 2018 foram comprados 51.850 quilos do produto da Itália.

Imagem
Volume é o maior para os primeiros nove meses do ano desde o ano 2000; Estado é o terceiro maior produtor do Brasil (foto: Juliano Ribeiro/Seagro/Divulgação)

DANIEL MACHADO
DE BRASÍLIA(DF)

Mesmo sendo o terceiro maior produtor de arroz do Brasil, com cerca de 5,6% de toda a produção nacional, o Tocantins importou, de janeiro a setembro deste ano, 4,34 milhões de quilo do produto. A quantidade significou um investimento de US$ 1,6 milhão (mais de R$ 6,64 milhões) por parte das empresas tocantinenses.

A quantidade de quilos exportadas é quase três vezes maior que a população do Tocantins. Todo esse arroz foi comprado de apenas um país: o Uruguai.

Essa quantidade de importação do produto é a maior para o período dede 2000, quando o Estado havia adquirido 19,93 milhões de quilos da China, numa compra que representou US$ 2,41 milhões.

Pelo valor pago, cada quilo de arroz comprado dos uruguaios custou US$ 0,37 (R$ 1,53). Cabe ressaltar que este é apenas o valor comprado pelo importador. Até ser embalado e colocado à disposição do consumidor, o produto passa por vários processos que acabam aumentando o valor dele nas prateleiras.

Em comparação com os três primeiros trimestres do ano passado, o aumento da importação foi amplamente significativo, chegando a um percentual 8.284,84% de aumento no volume de arroz comprado do exterior. Isso porque nos nove primeiros meses de 2018 foram comprados 51.850 quilos do produto da Itália.

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2019 Norte Agropecuário