Criada em 16/09/2020 às 15h29 | Agricultura

Governo do Tocantins assegura recursos a agricultores para viabilizar projetos produtivos

Governo do Tocantins assegura recursos a agricultores para viabilizar projetos produtivos

Imagem
Os projetos apoiados podem ser agrícolas como cultivo de hortas, criação de pequenos animais, ou não agrícolas. (Foto: Divulgação - Ruraltins)

Lúcia Brito

DE PALMAS (TO)

No momento em que a pandemia do novo Coronavirus trava atividades essenciais, mudando o ritmo da economia e a vida de muitas pessoas, o Governo do Tocantins se esforça para minimizar os efeitos dessa crise no meio rural, assegurando aos pequenos agricultores, em todas as regiões do Estado, recursos na ordem de R$ 180 mil para a conclusão de projetos produtivos.  

Por meio do Projeto Piloto da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), fruto de instrumento de parceria entre o Governo do Estado, via Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins),  esses 180 agricultores familiares, que têm renda mensal de até R$ 89 por pessoa, foram inseridos no Programa Fomento às Atividades Produtivas Rurais, com recursos do Ministério da Cidadania, e agora vão receber o valor de R$ 1 mil cada um.

Conforme Gilberto Marques, extensionista do Ruraltins e responsável pela coordenação do convênio, para que esse dinheiro chegue às mãos dos produtores rurais, o Governo do Tocantins, com recursos próprios, custeará diária e combustível para a execução do plano de visitas e elaboração final dos laudos técnicos nos empreendimentos escolhidos pelos produtores, garantindo assim o repasse do dinheiro aos beneficiários. 

“Os agricultores beneficiados recebem por meio do Fomento Rural, cada um, o valor de R$ 2,4 mil, divididos em duas parcelas, de R$ 1,4 mil e R$ 1 mil, para aplicar na atividade escolhida por eles. A primeira parcela para a estruturação já foi paga. Agora, entramos nessa etapa fundamental que comprovará se os compromissos assumidos pelos agricultores na fase anterior foram cumpridos, para receberem essa segunda parcela dando sequencia assim aos projetos apoiados por nós da extensão rural para que gerem renda às famílias, possibilitando mais autonomia a elas”, frisa Gilberto Marques, complementando que, por meio da Anater, um total de 420 pequenos produtores foram atendidos pelo Programa Fomento Rural, aplicando recursos de mais de um milhão de reais.

Fomento às Atividades Produtivas Rurais

A iniciativa combina o acompanhamento social e produtivo, bem como a transferência direta de recursos financeiros não-reembolsáveis às famílias para investimento em projeto produtivo, no valor de R$ 2,4 mil. 

Os projetos apoiados podem ser agrícolas, como cultivo de hortas, criação de pequenos animais, ou não agrícolas, a exemplo de produção de polpas, artesanato, salão de beleza, confecção, bordados e panificação.

O público-alvo abrange agricultores familiares, assentados da reforma agrária, indígenas, extrativistas e quilombolas. O valor disponibilizado é repassado pelo Governo Federal diretamente a cada família por meio do cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

Assistência técnica

O Ruraltins, órgão responsável pelo apoio aos produtores rurais e acompanhamento técnico, conta com 94 escritórios, sete escritórios regionais e um centro gerencial. Os mais de 400 extensionistas que atuam no órgão oferecem assistência e orientação quanto ao plantio e condução de lavouras para produção de grãos, cereais, frutas e hortaliças; criação de bovinos de corte e leite e pequenos animais (ovinos e caprinos); apicultura; piscicultura; elaboram projetos de irrigação; projetos de créditos rurais das atividades agropecuárias financiadas pelas instituições bancárias, e apoiam os produtores na comercialização da produção. (Do Ruraltins)

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2020 Norte Agropecuário