Criada em 01/11/2019 às 18h08 | Agronegócio

No oeste da Bahia, presidente da Faet discute com líderes do agronegócio exemplos de inovação tecnológica no campo

O objetivo da reunião foi de apresentar o modelo de produção utilizado com sucesso na região, que transformou a economia e o perfil do produtor rural baiano, com a adoção de tecnologias de ponta e significativas melhorias no volume de produção, rentabilidade e remuneração.

Imagem
Os participantes visitaram quatro propriedades rurais que são referências em inovação tecnológica (Foto: Faet/Divulgação)

O presidente do Sistema FAET/SENAR, Paulo Carneiro participou da missão técnica formada pela CNA e Federações, no oeste da Bahia, no município de Luiz Eduardo Magalhães, com produtores e lideranças rurais da região.

A equipe iniciou a programação, com visita na propriedade pertencente ao Grupo Captar Agribusiness, que atua principalmente no confinamento de bovinos para recria e engorda e cria de animais de terceiros. A empresa tem um projeto de integração da cadeia produtiva da bovinocultura entre o Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia) e o semiárido para levar tecnologia a pequenos e médios produtores.

Os participantes também visitaram a empresa Sementes Oilema, que trabalha com tecnologia de sementes de soja, nela são comercializadas por ano 750 mil sacas para o Matopiba além de Pará, Mato Grosso e Rondônia. O grupo esteve conhecendo a Schmidt Agrícola, que produz grãos, algodão e soja.

O objetivo da reunião foi de apresentar o modelo de produção utilizado com sucesso na região, que transformou a economia e o perfil do produtor rural baiano, com a adoção de tecnologias de ponta e significativas melhorias no volume de produção, rentabilidade e remuneração alcançados, os participantes visitaram quatro propriedades rurais que são referências em inovação tecnológica.

Segundo o Presidente Paulo Carneiro, esses encontros são necessários para ouvir sempre as demandas dos produtores rurais e para que as federações levem a experiência adquirida para seus estados “Tivemos bons exemplos de inovação tecnológica. Isso aproxima, enriquece, traz conhecimento e esse conhecimento vai fazer diferença na produção de cada estado”, disse.

No último dia da viagem a comitiva conheceu um pouco mais sobre a história do Sindicato Rural de Luiz Eduardo Magalhães e o presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, falou aos participantes sobre a atuação do Sistema CNA/SENAR, na defesa dos interesses dos produtores rurais, além de destacar a importância da visita à região. “A Bahia é um estado eclético em termos de produção, clima, solo e aqui mostramos a todos como o produtor rural trabalha. E não é só com tecnologia, ele tem um ingrediente chave que é fundamental, que é a determinação. Ele sabe aonde quer chegar e têm determinação para vencer e superar obstáculos”, afirmou. (Da Faet/Senar)

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2019 Norte Agropecuário