Criada em 08/08/2019 às 16h12 | Grãos

Agricultor perde disputa na Justiça e Defesa Agropecuária destrói 70 hectares de lavoura de soja no interior do Estado do Tocantins

“A lavoura foi destruída totalmente, sendo que parte foi feita de forma mecânica e após o proprietário concordar, ele fez a destruição química devidamente acompanhada pela Adapec”, informou a agência, por meio de sua assessoria de comunicação. Caso ocorreu em Lagoa da Confusão.

Imagem
Lavoura de soja destruída no interior do Estado do Tocantins é considerada irregular, clandestina (foto: Arquivo/Adapec/Divulgação)

A Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Tocantins (Adapec) realizou a destruição de 70 hectares de lavoura de soja localizada no município de Lagoa da Confusão (localizada a 205,1 km da capital Palmas).

O proprietário rural tentou na Justiça evitar a medida, mas o governo do Estado conseguiu derrubar a liminar. Além da destruição da plantação, o sojicultor foi multado em R$ 2,7 mil. “A lavoura foi destruída totalmente, sendo que parte foi feita de forma mecânica e após o proprietário concordar, ele fez a destruição química devidamente acompanhada pela Adapec”, informou a agência, por meio de sua assessoria de comunicação.

O fato foi revelado com exclusividade pelo Norte Agropecuário nesta semana. A Adapec alegou que o plantio era irregular. “A lavoura foi considerada clandestina, por não ter comprovação da origem das sementes, sem registro na Adapec, bem como adequação as normas previstas”, havia informado anteriormente a autarquia.

Clique aqui e saiba mais sobre o fato. 

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2019 Norte Agropecuário