Criada em 07/01/2022 às 08h49 | Agronegócio

Com aumento de 35%, exportações do Tocantins superam marca de R$ 10,5 bilhões em 2021

Carro-chefe do Estado, soja é responsável por 70% do valor e China segue disparada como a maior parceira comercial tocantinense; especialista destaca cenário positivo, aponta gargalos a serem solucionados e projeta safra 2022.

Imagem

DANIEL MACHADO
DE BRASÍLIA (DF)

O ano do agronegócio e da agropecuária no Tocantins! Este foi 2021 com os melhores registros de exportação da história do Estado e uma elevação de 35% em relação a 2020, que possuía o recorde anterior.

Ao todo, o Tocantins comercializou para o exterior US$ 1,84 bilhão (R$ 10,52 bilhões), um montante US$ 474,32 milhões (R$ 2,7 bilhões) superior ao registrado no ano anterior.

Além disso, o ano passado marcou, e por muito, a ultrapassagem da barreira de US$ 1,5 bilhão em exportações. Antes, o Estado sequer havia chegado a US$ 1,4 bilhão.

Os dados foram coletados e analisados pelo Norte Agropecuário no Comex Stat, sistema oficial de informações de transações comerciais internacionais administrado pelo governo federal.

Como vem ocorrendo há duas décadas, a soja é o carro-chefe de todas essas negociações. Principal ativo agropecuário do Tocantins, a leguminosa é responsável por 70% de todo o valor arrecadado pelo Estado em exportações.

Em 2021, o Tocantins vendeu 2,9 milhões de toneladas de soja por US$ 1,28 bilhão (R$ 7,31 bilhões). O valor é US$ 409,51 milhões superior ao de 2020 e, desta forma, corresponde a 86% do montante registrado de aumento de exportações no ano. Na comparação com 2020, a elevação em dinheiro de exportação de soja ficou em 47%.

Cenário positivo que pode melhorar

Para o engenheiro agrônomo e professor universitário Thadeu Teixeira Júnior, o cenário é positivo e tende a melhorar nos próximos anos, inclusive já a partir de 2022. “O Tocantins vem ano a ano batendo seus recordes de exportação, ao encontro do cenário de abertura de áreas de soja e milho e intensificação da produção de carne. Temos os principais produtos como soja, carne e milho, que são os produtos buscados pelos parceiros comerciais, que querem matéria prima”, destacou.

Para ele, há alguns gargalos que podem ser equacionados com objetivo de melhorar ainda mais esses números. “Precisamos evoluir na infraestrutura, na parte tributária e desburocratização de todo o cenário produtivo e industrial. Isso vai fortalecer as exportações”, destacou.

O especialista afirmou acreditar em uma safra ainda melhor em 2022. “Acreditamos numa safra ainda melhor em 2022, que tende a ampliar mais esses números”, destacou, sempre ressalvando que tudo depende ainda das questões de clima e câmbio.

Trio soja, carne e milho concentra 96% das exportações do Tocantins

Após os 70% de participação da soja, na segunda colocação entre os principais ativos agropecuários exportados pelo Estado vem a carne bovina, com 20%. Desde o final de 2019, quando o mercado da carne bovina brasileira foi aberto pela China continental, as vendas de proteína animal do Tocantins entraram em outro patamar.

Em 2021, o Tocantins vendeu US$ 374,73 milhões em carne bovina para o exterior. O valor também é o maior da história.

Já a exportação de milho representa 6%. O cereal, que tem muito espaço para crescer no Tocantins, é o terceiro maior ativo agropecuário do Estado. Em dinheiro, o Estado vendeu US$ 105,4 milhões em milho no ano passado.

China lidera lista de parceiros muito à frente da segunda colocada

País mais populoso do mundo, a China adquiriu em 2021 US$ 1,03 bilhão (quase R$ 5,9 bilhões) em produtos do Estado. O valor corresponde a 56% de todas as exportações.

Esta é a primeira vez na história do Estado que o gigante asiático compra mais de US$ 1 bilhão do Tocantins. O recorde anterior pertencia a 2018, quando os chineses adquiriram US$ 805 milhões do Tocantins. Atualmente, os chineses são os maiores compradores de soja e de carne bovina do Estado.

Na segunda colocação na lista de principais parceiros vem a Espanha, com 8%. Os espanhóis compraram US$ 153 milhões do Tocantins (mais de R$ 873 milhões).

Depois, aparecem praticamente empatados os Países Baixos (Holanda) e a Tailândia, com 3% cada – US$ 62,9 milhões (R$ 359 milhões) em dinheiro.

Principais dados

Total de exportações do Tocantins - US$ 1,84 bilhão (R$ 10,52 bilhões)

Maior valor da história disparado

Aumento de 35% em relação a 2020

Participação dos produtos nas exportações:

Soja - 70%

Carne - 20%

Milho - 6%

Principais parceiros comerciais:

China - 56% (US$ 1,03 bilhão)

Espanha - 8% (US$ 153 milhões)

Países Baixos (Holanda) e Tailândia - 3% cada (US$ 62,9 milhões)

Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2022 Norte Agropecuário