Criada em 04/08/2022 às 10h43 | Pecuária

Ao analisar VBP, Sindicarnes-TO destaca trabalho do produtor, qualidade do rebanho e investimentos da indústria frigorífica

“Apesar de políticas públicas incipientes, o produtor rural do Tocantins é um guerreiro. Houve aumento do rebanho e, investimento em melhoramento genético e a consequente qualidade do produto do Estado. Isso resulta, de forma satisfatória, no setor pecuário”, disse Gilson Cabral.

Imagem
Ao analisar VBP, Sindicarnes-TO destaca trabalho do produtor, qualidade do rebanho e investimentos da indústria frigorífica. (Foto: Divulgação)

A qualidade do rebanho, esforço dos pecuaristas ao aderir a sistemas de produção e melhoramento genético e os investimentos milionários da indústria frigorífica tocantinense, garantindo acesso a mercados consumidores exigentes no Brasil e mundo, são responsáveis pelo crescimento da pecuária tocantinense mostrada com exclusividade pelo Norte Agropecuário no Rádio.

A opinião é do presidente do Sindicato das Indústrias de Carnes Bovinas, Suínas, Aves, Peixes e Derivados do Estado do Tocantins (Sindicarnes-TO), Gilson Cabral. A pedido do Norte Agropecuário, ele analisou os números que comprovam o crescimento do VBP (Valor Bruto da Produção) do setor no Estado.

“Apesar de políticas públicas incipientes [especificamente em parte do período relacionado à pesquisa], o produtor rural do Tocantins é um guerreiro. O Estado tem muito potencial. Houve aumento do rebanho e, investimento em melhoramento genético e a consequente qualidade do produto do Estado. Isso resulta, de forma satisfatória, no setor pecuário”, disse, em entrevista.

A declaração foi feita a pedido do Norte Agropecuário, que divulgou com exclusividade análise do VBP (Valor Bruto da Produção), divulgado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Conforme a análise feita pelo Norte Agropecuário, em menos de dez anos o VBP da pecuária cresceu 43%, passando de R$ 4.104.108.004 em 2013 para R$ 5.885.302.922 em 2022 (saldo positivo de R$ 1.781.194.918). O item bovinos teve aumento de 45%. Em 2013 era de R$ 3.789.195.181. Já, conforme o estudo mais recente, deve fechar a temporada em R$ 5.499.078.948, aumento real de R$ 1.709.883.767.

“Com a retirada da vacina, teremos uma atenção maior com o rebanho, que já é de qualidade. E as indústrias fizeram investimentos para ampliar e se manter no mercado. O Tocantins exporta para mais de 50 países. Estamos nos principais mercados exigentes. Isso é qualificação”, complementou, ao fazer menções a políticas públicas desenvolvidas por gestões estaduais, recentemente. 

CONFIRA TAMBÉM 

Em menos de dez anos, VBP do milho no Tocantins, estimado em mais de R$ 1,5 bilhão, registra aumento de 355%; já a soja cresceu 182%.

Campo transformou o Tocantins, diz presidente da Aprosoja-TO, que destaca desenvolvimento e divisão de renda no Estado.

Sindicarnes-TO destaca trabalho do produtor, qualidade do rebanho e investimentos da indústria frigorífica.

Presidente do SRA fala da satisfação com os resultados, destaca papel dos produtores no crescimento da economia do Tocantins.

Ouça: Sindicarnes destaca ações do produtor e investimento da indústria.

Presidente do SRA destaca papel dos produtores rurais do Tocantins; ouça!

Ouça: A transformação do Tocantins graças aos produtores, destaca Dari Fronza.


Clique no ícone acima e confira a entrevista.


Clique no ícone acima e confira a entrevista

VEJA TAMBÉM 


Clique no ícone acima e confira como foi o evento.

  
Clique no ícone acima e confira a entrevista.


Clique no ícone acima e confira a entrevista.




Apresentado pelos jornalistas Cristiano Machado e Daniel Machado, o Norte Agropecuário no Rádio amplia atuação em Palmas (TO) e em nova casa: Rádio Conexão 98,1 FM. O sinal da emissora chega a 40 cidades, onde vivem 600 mil pessoas.

O Norte Agropecuário no Rádio, a partir deste sábado, é veiculado das 8h às 9h. O programa mantém ainda as inserções diárias durante a programação normal, inclusive nos finais de semana, com dicas, sugestões e informações úteis aos homens e mulheres do campo. Seu conteúdo também estará na internet, à disposição de produtores, técnicos, pesquisadores e instituições que atuam no campo.

NA 101 FM

O “Agro & Negócios” é sempre aos domingos, das 7h às 8h, na 101 FM, de Presidente Prudente (SP), apresentado pelo jornalista prudentino Cristiano Machado. O sinal da emissora, via 101 FM, chega a 82 cidades do oeste de São Paulo, norte do Paraná e sul do Mato Grosso do Sul, onde vivem 1,5 milhão de pessoas, sem contar a audiência enorme na internet, por meio das redes sociais, para o Brasil e o mundo.

A atração apresenta reportagens especiais baseadas em números e dados técnicos que comprovam os benefícios do setor do campo, tanto econômicos e sociais, como produção de alimentos, geração de renda e emprego.

O “Agro & Negócios” abre espaço ainda para dar destaque a tecnologias empregadas no campo, experimentos e estudos realizados para informar e conscientizar a todos sobre a necessidade de melhorar cada vez mais a produção, com eficiência e primando pela qualidade e sustentabilidade.

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2022 Norte Agropecuário