Criada em 23/07/2021 às 08h30 | Exportações

Região de Prudente vendeu ao exterior US$ 286 milhões (R$ 1,5 bilhão) em produtos no primeiro semestre de 2021

No setor do agronegócio, entre os destaques, estão: açúcar, que resultou em vendas de US$ 134 milhões, e carne bovina, com US$ 44 milhões. Narandiba é o destaque nas vendas de açúcar. Pirapozinho, Prudente e Rancharia lideram ranking de vendas externas de carne.

Imagem

As exportações totais da região de Presidente Prudente no primeiro semestre deste ano movimentaram mais de US$ 286 milhões. Ao converter para o Real na cotação da manhã de quarta-feira, dia 21, no momento da realização deste levantamento, o montante dos seis primeiros meses do ano passaria de R$ 1,5 bilhão. Os números se referem a todos os produtos que saem das 54 cidades no entorno de Prudente para o exterior, independente do segmento econômico (do campo ou outro setor).

Em números exatos, de janeiro a junho de 2021, Prudente comercializou US$ 286.094.482, resultado 23,3% maior que no mesmo período do ano passado. Em dinheiro, o aumento foi de US$ 66.873.915.

Já as importações da região atingiram de janeiro a junho deste ano US$ 31.936.933, ou seja, 6,96% a mais que os seis primeiros meses de 2020.

AÇÚCAR E CARNE

No setor do agronegócio, entre os destaques, estão: açúcar, que resultou em vendas de US$ 134 milhões, e carne bovina, com US$ 44 milhões.

O valor exato das exportações de açúcar da região foi US$ 134.240.482. Foram, ao todo, 433.571.812 quilos. Já de janeiro a junho de 2020, as negociações atingiram US$ 90.509.480 (350.262.151 quilos).

Já no item carne bovina o negociado neste ano foi US$ 44.501.920, com venda de 9.098.695 quilos. Em 2020, ao conferir o mesmo período, os negócios foram concretizados em US$ 55.703.955 (12.862.889 quilos).

A ANÁLISE

"Com a valorização do dólar frente ao Real, juntamente com o aumento do volume de itens exportados, temos um direcionamento de divisas muitíssimo importante para a região. Nossos produtos com o aumento do dólar tendem a ficar mais competitivos e com o aumento da quantidade, ganhamos em produtividade e, geralmente, em custos para os produtores, gerando mais margem. Dessa forma, aumento de produção, produtividade e com o dólar em valores mais altos, geram muito mais resultado aos produtores". A análise é de Adriano Machado Santos, economista, diretor da Práxis Assessoria Estratégica (www.praxis.net.br), sobre as exportações da região, em entrevista ao “Agro & Negócios”, domingo, às 7h, na Rádio 101 FM de Presidente Prudente (SP).

VENDAS DE AÇÚCAR 

Distante 581,1 km da capital paulista e a 40 km de Presidente Prudente, o município de Narandiba, cidade-sede de uma das unidades da cooperativa Cocal, é destaque na exportação de açúcar na região. Um dos maiores volumes comercializados para o exterior sai com destino a Bangladesh.

De janeiro a junho deste ano, o comércio entre esses dois locais chegou a cifras de US$ 17.927.724 (63.884.382 quilos). Os números são expressivos e mais que dobraram ao comparar com o período idêntico do ano passado, que registrou total de US$ 6.378.663 (26.957.334 quilos).

Narandiba vendeu ainda US$ 13.618.379 (44.086.731 quilos) para a Argélia; mais US$ 10.135.997 (32.474.200 quilos) à China; US$ 5.491.286 (19.538.180 quilos) para Arábia Saudita; US$ 5.257.167 (19.257.981 quilos) à Ucrânia; US$ 4.622.040 (16.637.659 quilos) para a Malásia; e US$ 4.294.482 (13;398.588 quilos) para Indonésia.

Outro destaque neste ano foi de Presidente Prudente, que vendeu, por exemplo, US$ 17.258.818 (47.600.000 quilos) em açúcar para a Suíça; US$ 3.294.446 (9.000.000 quilos) ao Reino Unido; e US$ 2.900.461 (8.500.000 quilos) à Gâmbia.

O RANKING 

Com frigoríficos com selo de exportadores, Pirapozinho, Presidente Prudente e Rancharia lideram o ranking regional de vendas externas de carne. Disparado na frente, Pirapozinho, entre janeiro e junho deste ano, vendeu para fora do Brasil US$ 36.481.198 em carne bovina. Prudente, com US$ 4.226.695, ficou em segundo. Já Rancharia, em terceiro com US$ 1.760.230.

Pirapozinho comercializou para a China até agora em 2021 o valor de US$ 30.804.167 (6.153.608 quilos). Com o Uruguai, US$ 2.033.797 (412.692 quilos). Com Hong Kong, região independente chinesa, US$1.825.394 (460.276 quilos).

Já Prudente vendeu para os chineses US$ 4.151.195 (816.803 quilos). Para a Libéria, US$ 75.500 (27.000 quilos). Rancharia, entretanto, negociou para a Sérvia US$ 118.603 (25.480 quilos). Para Hong Kong, US$ 1.641.627 (367.854 quilos).

 


Clique no ícone acima e ouça a entrevista


Clique no ícone acima e confira o programa


Clique no ícone acima e ouça a entrevista

CLIQUE NESTE LINK E CONFIRA O QUE FOI PUBLICADO SOBRE SICREDI 


Clique no ícone acima e assista a entrevista

“Modelo cooperativo é diferencial para concessão de crédito a produtores rurais com menos burocracia”, afirma executivo

Agricultores devem encontrar nos bancos agilidade e eficiência na liberação de crédito para fomentar a produção no campo


Clique no ícone acima e assista a entrevista


Clique no ícone acima e confira o programa de rádio 

 


Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2021 Norte Agropecuário