Criada em 11/07/2017 às 14h50 | Pecuária

Mobilizados, pecuaristas voltam a discutir estratégias nessa quarta e aguardam cumprimento da promessa de governador

No último dia 5, Marcelo Miranda mandou um assessor comunicar aos pecuaristas que eles seriam atendidos. Entretanto, até o momento os produtores não receberam nenhuma informação oficial sobre o fato. "Precisamos disso efetivado", disse pecuarista do norte do Estado.

Imagem

Apesar da sinalização do governo do Estado de atender a uma das principais reivindicações do movimento “Levanta a Cabeça”, criadores de gado de Araguaína (norte do Tocantins) mantêm as deliberações. Eles aguardam também o cumprimento da promessa do governador do Estado, Marcelo Miranda. Nesta quarta-feira, 12, os pecuaristas voltam a se reunir para discutir mais ações de mobilização.

“Precisamos disso efetivado. Até já fizemos contato com compradores de boi que mandam para fora do Estado, mas [a medida] não está vigorando”, disse um dos criadores de gado da região norte do Estado. O Norte Agropecuário vai preservar seu nome.

LEIA TAMBÉM

Arrecadação de ICMS do agronegócio do Tocantins aumenta mais do que o dobro da inflação

Projeto que reduz ICMS para venda de gado está na Casa Civil

A questão do ICMS é uma das principais reivindicações do grupo, conforme noticiou o Norte Agropecuário. Atualmente, o índice é de 7%. Os criadores queriam índice em torno de 3%, mas o governo fixou a alíquota em 4%. A redução do ICMS é uma das alternativas que já vem sendo tomada por alguns Estados para conter a crise, como Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

Para concretizar a mudança, é necessária a aprovação de um projeto de lei na Assembleia Legislativa. O problema é que a Casa de Lei está em recesso parlamentar e só apreciará a proposta em agosto.

No último dia 5, o chefe do Executivo do Estado mandou seu secretário da Fazenda, Paulo Antenor, comunicar os líderes do movimento que determinou a redução de alíquota do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) de 7% para 4% para venda de gado do Tocantins a outros Estados. Entretanto, até o momento os produtores não receberam nenhuma informação oficial sobre o fato. O projeto de lei estaria em processo de elaboração na Casa Civil do governo do Estado.

OUTRAS MATÉRIAS RELACIONADAS

Pecuaristas discutem nesta quarta plano de ação e mobilização sobre reivindicações 

Criadores de gado seguram boi no pasto e querem redução de alíquota do ICMS

Governo do Estado afirma que redução do ICMS requer estudo de impactos

Após queda no preço do boi, pecuaristas discutem crise do setor no Tocantins

Sindicarnes diz estar atento a decisões e quer discutir crise da pecuária

Tags:

Comentários

{{c.nome}}
{{c.comentario}}
{{c.dataCriacao}} às {{c.horaCriacao}}

Deixe um comentário

Redes Sociais
2017 Norte Agropecuário