Criada em 20/04/2017 às 15h40 | Política brasileira

Com apoio da Faet do Tocantins, CNA e demais federações da agricultura se unem para resolver impasse do Funrural

Durante reunião realizada em Brasília, o dirigentes entenderam a necessidade de união de forças e elaboraram nota técnica elegendo cinco prioridades de atuação.

Imagem
CNA, presidida por João Martins (no comando da reunião), defende união frente às adversidades atuais. (foto: Wenderson Araújo/Divulgação/CNA)

Dirigentes de todas as federações estaduais da Agricultura, entre elas a do Tocantins (Faet), reuniram-se na última quarta-feira, 19, na sede da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), em Brasília (DF), para discutir sobre a reforma da Previdência Social proposta pelo Governo Federal e também sobre os efeitos da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a constitucionalidade da cobrança do Funrural.

De acordo com a CNA, os dirigentes defendem a união de todas as cadeias do setor produtivo para solucionar o impasse quanto ao Funrural. Já sobre a reforma da Previdência, a proposta das federações é de que os produtores rurais possam optar, como base de contribuição, entre o faturamento e a folha de pagamento. (Da CNA)

Após o encontro, foi elaborada uma nota técnica elegendo os cinco pontos a seguir:

1) A unidade de ação do Sistema CNA é fundamental para a proteção dos interesses permanentes do setor agropecuário;

2) A CNA reconhece que a decisão do Supremo não beneficia todas as cadeias produtivas. Assim, a nossa unidade será usada para construir uma solução para os passivos gerados pela decisão do STF que seja favorável aos produtores e beneficie todas as cadeias produtivas;

3) A CNA e todo o Sistema entendem que, para resolver o problema, é necessário integrar todas as entidades que compõem o amplo universo de representação do agro, muito especialmente a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) e as associações setoriais;

4) Vamos também propor que, no projeto da reforma da Previdência Social, os produtores rurais possam optar, como base de contribuição, entre o faturamento e a folha de pagamento;

5) Concluímos também que, dadas as incertezas econômicas e políticas, a melhor maneira de servir aos produtores e ao País é manter a nossa unidade de pensamento e ação.

Voltar
Tags:

Comentários


Deixe um comentário

Redes Sociais
2017 Norte Agropecuário